quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Cena Carioca

Ciao!

O Metrô do Rio de Janeiro é uma vitrine de falta-de-respeito entre as pessoas. Nos acessos às estações e nos carros, há pessoas subindo por onde se deve descer (e vice-versa), pessoas com mochilas enormes nas costas, pessoas santadas nos assentos reservados para outras, pessoas ouvindo música alto, enfim, existem exemplos de falta de educação para todos os gostos.

Assim, depois de um longo e merecido período de sol e sunga, hoje voltei para o batente utilizando o meio de transporte supracitado e abalando o meu estado de espírito Zen com as situações descritas. Mas se na direção Zona Sul é assim, na direção Zona Norte é ainda pior.

Por aquelas bandas, sucedeu-se ontem a seguinte ocorrência :
Um inivíduo esparramado em seu assento, trajando um look “bandidagem”, escutava a todo o volume um som quase tribal que emanava de seu celular. Após minutos daquele barulho insuportável, outro indivíduo disse :
– Cidadão, você se importa de abaixar o volume do seu aparelho?
O cara nem se mexeu, permaneceu lá, estóico. Novamente, o rapaz perguntou:
– Se importa de abaixar o volume do seu aparelho?
E nada...

De repente, irritado por ter sido ignorado pelo causador do distúrbio, o rapaz simplesmente saca uma arma de dentro da bolsa e diz :
– E agora, vai abaixar o som?
O primeiro, então, se levanta, encara o outro que estava armado e, logicamente, para não ser deselegante, não vou transcrever o diálogo travado entre os dois.

... isto aconteceu dentro do carro do Metrô do Rio de Janeiro!!

Credo!

Nenhum comentário: